fbpx

Você sabe a diferença entre um vinho tranquilo e um espumante?

O vinho é uma bebida que tem vários estilos, cores, aspectos, graus de doçura e temperaturas de serviço diferentes. Uma das maiores diferenças é quando se tratam das borbulhas dentro da garrafa.

No mundo dos vinhos, chamamos de vinhos tranquilos aqueles que não possuem gás carbônico e de vinhos espumantes aqueles com as borbulhas. Os vinhos tranquilos podem ser os tintos, brancos ou rosés, porém, sem o famoso perlage, que são aquelas bolhas que ficam circulando dentro da taça.

O gás carbônico é resultado da fermentação alcoólica, que no caso dos vinhos tranquilos é dispensado. Porém no caso dos espumantes, o objetivo é não deixar que esse gás se perca e que acabe ficando incorporado na bebida, sendo responsável pelas bolhas no vinho, característica dos espumantes.

Existem vários métodos de elaboração de vinhos espumantes, sendo que o objetivo de todos é permitir que as borbulhas se perpetuem no vinho. Os mais utilizados são o champenoise ou método tradicional, o charmat e o Asti, cada um responsável por espumantes com características únicas.

O rei dos espumantes no mundo é o Champagne, exclusivo de uma Denominação de origem francesa, sendo que somente os vinhos ali elaborados podem utilizar o nome Champagne, que por muitos anos foi exclusivo das cortes europeias e de grandes magnatas. Hoje é uma marca, um símbolo de status.

Mas também temos outros ótimos espumantes espalhados pelo mundo, como o Cava da Espanha, a Franciacorta da Itália, o Sekt da Alemanha, entre outros.

O Brasil também é famoso pela elaboração de ótimos vinhos espumantes, sendo reconhecido o terroir da Serra Gaúcha para elaboração dos espumantes. Como consequência, ali foram surgindo as Indicações de Procedência e Denominação de Origem, dando a certeza ao consumidor de que estamos adquirindo produtos de qualidade reconhecida.

Existem vinhos tranquilos e espumantes para todas as ocasiões e estações do ano, pela diversidade de estilos, principalmente no verão, pois temos uma gama de vinhos que podemos escolher para cada momento, sejam eles brancos, tintos, rosés ou espumantes.

Agora, não esqueça que com a chegada das festas de fim de ano, não podemos deixar de fora os vinhos espumantes, que são os coringas para todos os eventos, são frescos e refrescantes para aqueles finais de tarde no happy hour com os amigos e facilitam inúmeras harmonizações.

Está na dúvida sobre qual vinho espumante escolher?

Não se preocupe!

Nós ajudamos você!

Acesse o site do Instituto Paladar e se inscreva no curso de Espumantes! Você irá aprender as diferenças entre os métodos de elaboração dos vinhos espumantes, os diferentes graus de doçura da bebida e sua designação, serviço do vinho, bem como conhecer algumas das principais denominações de origem e curiosidades históricas, permitindo que você escolha com mais facilidade e aprecie seu vinho espumante com mais prazer.

Não se esqueça que Napoleão Bonaparte já dizia: “merecido nas vitórias, necessário nas derrotas”. Então para que ficar esperando uma oportunidade para abrir aquela garrafa? Vamos de espumante a qualquer hora em qualquer ocasião!

Rita Brum

Vinea Enogastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *